Nomes mais populares de 2016 em Portugal
- Maria & Santiago -

3.1.17


O jornal Público noticiou hoje que os nomes mais populares de 2016 em Portugal foram Maria e Santiago! De acordo com o artigo, Maria foi o primeiro nome escolhido para 5677 meninas, o que consolida o resultado do ano anterior. Na lista masculina, destaque para o regresso de Duarte ao top 10!



Meninas

  1. Maria
  2. Matilde
  3. Leonor
  4. Carolina
  5. Beatriz
  6. Mariana
  7. Ana
  8. Sofia
  9. Inês
  10. Margarida


Meninos

  1. Santiago
  2. João
  3. Francisco
  4. Rodrigo
  5. Martim
  6. Afonso
  7. Tomás
  8. Miguel
  9. Gabriel
  10. Duarte

Atualização: os dados mais recentes indicam que, a nível nacional, o 9.º nome masculino mais registado foi Duarte e o 10.º foi Lourenço. A diferença deve-se ao facto de esta lista não incluir os registos dos Açores. Poderão ver a lista final aqui

36 comentários :

  1. Respostas
    1. Aqui há a lista completa:
      http://www.dn.pt//DNMultimedia/DOCS+PDFS/nomes.pdf

      Eliminar
  2. Finalmente mudanças no topo da lista! É chato ver sempre João como mais usado ano após ano. Que o fluxo de nomes líderes comece a alternar mais rapidamente

    ResponderEliminar
  3. Gosto muito de Santiago. Obrigada pela partilha!

    ResponderEliminar
  4. Coitada da Maria Santiago, tem o nome mais vulgar de Portugal.

    ResponderEliminar
  5. Filipa nao tem a lista completa?

    ResponderEliminar
  6. Santiago? Bem, isto é que eu chamo de surpresa!

    ResponderEliminar
  7. Um nome Espanhol no 1º lugar em Portugal por alma de quem? ... Ainda se fosse um nome moderno, mas ao menos fosse português... Eu gosto de vários nomes estrangeiros, atenção, mas daí a serem o nº 1. É como agora em Espanha o nome Mateus ser nº 1, ou Dinis! Não vejo sentido. Enfim, modas estranhas!
    Um nome estrangeiro, absolutamente sem qualquer tradição ou sem sequer ter sido usado, minimamente, no passado, ser nº 1, é algo inédito, creio eu, não? É que até Rodrigo tinha um pouquinho de antigo e de português!
    Ah e não há mais lista?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lol, desde quando é que um nome precisa de ser português? Não vemos esse "problema" no estrangeiro, mas claro, aqui em Portugal somos pseudo-patriotas para algumas coisas, como nos nomes. Lol. Felizmente começa a desaparecer essa coisa de ser obrigatório dar um nome de origem portuguesa aos nossos filhos. Viva a liberdade, viva o poder de escolha!

      Eliminar
    2. Kevin já foi #1 em França, Isabella já foi #1 nos EUA, etc. Grande coisa.

      Eliminar
    3. Um nome não precisa de ser português, mas era mais bonito que fosse. Se a sua opinião é diferente da minha e acha lindo um nome estrangeiro ser nº1, então fique com ela e deixe-me com a minha. Ninguém falou em liberdade, não acho que se deva tirar a liberdade de escolha a ninguém, mas que acho ridículo um nome espanhol que nem em Espanha, nem no Chile, nem na Argentina, acho que só no México é nº1. Ridiculo! Se fosse um nome angolano, brasileiro, ainda vá. Mas Espanhol, é estúpido. Os Santiagos portugueses vão emigrar e vão pensar que são hispânicos! É muito mau! Viva a liberdade de expressão também.

      Eliminar
    4. É ignorante. O nome não é espanhol, vem de Santo Iago não de San Tiago.

      Eliminar
    5. Depois queixam-se que lá fora pensam que Portugal é Espanha.

      Eliminar
    6. As raízes portuguesas já foram castelhanas, portanto, normal partilharem raízes.

      Eliminar
    7. O nome não é Espanhol? Ai essa é nova, e ainda me chama ignorante! Mas quem é que disse que Santiago vinha de San Tiago? Era o que você pensava? Ahahah Santiago é e sempre foi espanhol. Como é que se diz Santo em espanhol ? Pois é, Santo veja lá, e Iago é a versão em Espanhol de Jaime, portanto Santo+Iago=espanhol. Desampare-me a loja! Vá ver se chove em Santiago de Compostela!

      Eliminar
    8. Sim muito lindo, vamos partilhar as raízes, maravilha! Diego já está na corrida, vamos adotar Alejandro, Javier, e porque não Iker, pró ano é só espanholitos a nascer. Aposto que estão aqui as mães dos Santiagos ofendias a falar, como já tenho visto noutros sítios. Está tudo muito chateado por Santiago estar a ser visto como estrangeiro quando pensavam que era chique e betinho. Acordaram para a realidade. Mas português não é nem nunca será, nem que a vaca tussa!

      Eliminar
    9. Ta calada mas é. Esquece-se que as raízes portuguesas são partilhadas com a espanhola, ou faltou às aulas de história e geografia? Parece-me a mim que Santiago é ainda mais antigo e português que muitos nomes que você considera como sendo genuinamente nossos...

      Eliminar
    10. E não, não sou mãe de nenhum Santiago mas vocês que adoram desdenhar das escolhas dos outros metem-me nojo, portanto sim, irei defender a escolha. Se não gosta, meta nivea que isso passa. Os tempos estão a mudar e ninguém é obrigado a registar um nome português. Ponto. Está mal, mude-se então.

      Eliminar
  8. Não sei porquê, mas nunca gostei (e agora pior) Santiago. Acho que roça o ridículo.

    ResponderEliminar
  9. Só a lista feminina se mantém, apesar de algumas subidas e quedas, são sempre os mesmos nomes. E que pena tenho de Margarida se manter ano após ano em 10°. Gosto tanto e já é tão comum!

    ResponderEliminar
  10. Gabriel foi uma boa surpresa na lista de nome masculinos. Não estava mesmo à espera.

    ResponderEliminar
  11. Realmente... eu até nem sou de dar opiniões desfavoráveis em relação a nomes (os gostos são relativos e vão-se alterando) mas esta popularidade de Santiago irrita-me sobremaneira. Especialmente porque é claramente um caso em que as pessoas acham que estão a descobrir um nome muito original e clássico/tradicional ao mesmo tempo (como aliás, tem sido a tendência em Portugal) quando é um nome que simplesmente não tem história nenhuma neste país!! Será que percebem que estão a chamar ao filho "São Tiago", mas em espanhol? Mil vezes João.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E? Que tem? Desde quando é que temos de dar um nome tradicional ou com raízes portuguesas?

      Eliminar
    2. Não têm, como é óbvio. Mas a maioria claramente acha que é isso que está a fazer. Basta olhar para todos os nomes no topo da tabela. Vê mais algum sem raízes portuguesas?

      Eliminar
    3. Santiago não vem de São Tiago, mas sim de Santo Iago.

      Eliminar
    4. Isso, Pilar. Resta bater na mesma tecla até que entranhe... =P

      Eliminar
  12. Eles no top20 que publicaram têm Lourenço como o 10º nome mais usado

    ResponderEliminar
  13. https://www.publico.pt/2017/01/03/sociedade/noticia/santiago-destrona-joao-num-pais-de-marias-1756999#&gid=1&pid=2

    O top 20 que publicaram na página não bate certo com a lista completa que anexaram. E agora? Parece-me que a lista completa falta alguns dias de 2016 não, pois os números são mais baixos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A lista diz "Portugal Continental e Madeira", e mais em baixo "Ilhas dos Açores" está separado! Lourenço com os registos dos Açores entra no Top 10!

      Eliminar
  14. Pessoalmente, eu estou mais que pronta para acabar com o reinado dos João e Maria. Espero que daqui a 10 anos o top 10 seja totalmente diferente do que é hoje (apesar de ser muito pouco provavelmente)! Mas principalmente gostava que a popularidade dos nomes fosse mais dispersa. Olhem a diversidade bonita que haveria se cerca de 2000 das Marias fossem dividas por nomes menos usados mas igualmente, senão mais bonitos? Toca a tirar os nomes do baú! Quem diz baú também diz estrangeiro! Mais do que nunca, Portugal está a criar cidadãos do mundo. Não há razão nenhuma para que se enquadrarem na língua portuguesa e não serem utilizados!

    ResponderEliminar
  15. Pessoalmente, detesto Santiago e sempre associei a um nome "azeitola" que rapidamente pegou moda e tudo o que é pessoal "Casa dos Segredos" resolveu adoptá-lo para os seus filhos. Mas se calhar também foi moda em círculos mais "normais" e nos "betolas", para ter ultrapassado João. Mas parece-me que será popularidade passageira, é daqueles nomes que vejo os pais a quererem dar por ser ão diferente e original, mas agora que se popularizou irem à procura de outro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um nome universal, popular em todas as camadas, talvez seja melhor deixar de lado os seus preconceitos...

      Eliminar
  16. Ai que confusão criou este 1º lugar!! Não tem nada de estranho, nem de estrangeiro, não sou mãe de nenhum Santiago, nem o poria porque tenho outras preferências no topo. Também não desgosto na totalidade, mas agradou me ver um 1º lugar diferente. Finalmente, até porque detesto João. Reparei em Duarte e Gabriel, não que goste mas agrada me a ideia de mudança. E se Santiago é moda então João e Maria também o são à muito. Haja diversidade!!
    Nas meninas não noto nenhuma mudança, são sempre os mesmos nomes.
    Parabéns às mães dos Santiagos, já contribuíram para a
    mudança. Valeu a intenção!

    ResponderEliminar
  17. Santiago, não é um nome bonito nem feio. É só estúpido.

    ResponderEliminar
  18. OK,depois de quase uma semana cá fora, continuo sem net no computador, o que dificulta a redacção de comentários longos - acreditem, já tentei e, de ambas as vezes, apaguei-os sem querer... =P Vamos ver se é desta...

    Primeiras impressões: o top feminino não trás surpresas. A flexibilidade de Maria nos nomes compostos vai, na minha opinião, assegurar-lhe a dominância - pelo menos, no futuro previsível. Não deve faltar muito para que Leonor e Matilde sigam a trajectória descendente de Beatriz, à medida que os portugueses procuram opções mais "frescas". Pode ser que este ano Francisca dê o salto e entre para o top 10 - se a popularidade de Francisco servir de indicação...

    Dito isto, passo para o top 10 masculino, no qual a grande surpresa é, sem dúvida, o novo número 1. Sendo o nome do meu pai, do meu irmão e do meu melhor amigo, João nunca perderá aquela aura especial no meu coração, mas isso não me impede de apreciar esta mudança. Não estamos sempre a pedir novidades? Aqui a temos =)

    Acrescento uma nota histórica para os leitores que podem achar que Santiago é um nome espanhol. Como já aqui foi dito, trata-se da aglutinação de Santo Iago, cujo culto era tão importante nas primeiras gerações do nosso país que foi o grito de guerra dos exércitos portugueses até o culto de São Jorge se popularizar e o substituir - se a memória não me falha, no reinado de D. Afonso III.

    (Mas isto é só um pormenor. Todos sabemos que a ascensão meteórica de Santiago se deve a um acesso de erudição por parte dos portugueses que, de há uma década a esta parte, tornaram-se fãs dedicados de Hemingway... XD)

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)