Válter
- Nomes nas notícias -

1.2.17


Gosto muito desta rubrica porque me dá oportunidade de saber mais sobre nomes que, de outra forma, dificilmente seriam abordados aqui no blog. Hoje olhamos para Válter, a respeito da polémica em torno da inclusão do livro "O nosso reino", de Valter Hugo Mãe, no Plano Nacional de Leitura. 
Válter é a variante nórdica de Walter e significa "o que comanda o exército". Não é um nome  muito comum em Portugal mas foi sempre registado desde 2011; em 2012 e em 2014 foi escolhido para sete meninos, o que contrasta com o impressionante número de registos obtidos em 1990, quando foi o nome usado em 101 meninos! A falta de identificação que hoje sinto com o nome faz com que quase pareça estranho encontrá-lo na 24.ª posição do ranking sueco de 2016 [como veremos no post que publicarei a seguir]! 
E já que falamos em Válter, temos também de falar da sua variante portuguesa -  Gualter - um nome que deveria ser amado por todas as gerações que ficavam colados a ver a Rua Sésamo. Já aqui disse que eu era a fã número 1 da Rua Sésamo, coisa que se confirma sempre que esgoto o meu stock de músicas de embalar e começo a cantar em loop o genérico do programa... 😀

Nota: a primeira versão deste texto referia-se a Valter e não a Válter, mas a variante aceite pelo IRN é a acentuada. Isso implicou também que editasse o número anual de registos. Para que não fiquem dúvidas, fica histórico de ambos:




4 comentários :

  1. Segunda as regras da ortografia portuguesa (e não, não tem nada a ver com o acordo ortográfico!), a grafia deverá ter acento na primeira sílaba: Válter. Caso contrário, pronuncia-se como as outras palavras terminadas em erre, com a tónica na última sílaba: mulher, colher, responder, fizer, etc. A forma Gualter parece-me que se pronuncia mesmo assim, e portanto não precisa de acento (mas posso estar enganado, não conheço nenhum Gualter). Veja-se também a resposta do Ciberdúvidas a este propósito: https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/valter/19336

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manuel, tem toda a razão, e estou agora a editar o post porque percebi que o número de registos do nome acentuado é ligeiramente superior ao de Valter [o melhor resultado de Valter foi 4, o de Válter foi 7].

      Eliminar
  2. Nunca conheci nenhum Válter e, sinceramente, não gosto do nome. Para mim, enquandra-se no mesmo grupo de Raúl, por exemplo.

    ResponderEliminar
  3. Acho que nunca conheci nenhum! Se calhar falta uma personagem de novela para "ganhar terreno"... =P Por ter tido um maior número de registos há mais de vinte e cinco anos, será que os portugueses o consideram "datado"?

    ResponderEliminar

Com tantos nomes à escolha, vai mesmo ser apenas Anónimo? :)